25 de nov de 2011

Fórum de debates sobre o Projeto de Lei 7672–2010 leva quatro deputadas federais à Assembléia Legislativa de Goiás.




Composição da Mesa de Abertura: Paulinho Graus, vereador de Goiânia, Teresa Surita, deputada federal (PMDB/RR) e relatora do PL 7672/2010, Flávia Moraes, deputada federal (PDT/GO)e proponente do Fórum de Debate na Assembleia Legislativa de Goiás, Karlos Cabral deputado estadual (PT/GO) e representante da Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa de Goiás, Henrique Arantes, secretario de cidadania e trabalho do estado de Goiás e representante do Governador Marconi Perillo, Érika Kokay, deputada federal (PT/DF) e presidente da Comissão Especial do PL 7672/2010,  Lilian Sá, deputada federal (PSD/RJ) e vice-presidente da Comissão Especial do PL 7672/2010.


Teresa Surita, Flávia Morais, Erika Kokay e Lilian Sá foram as deputadas federais que coordenaram os trabalhos do Fórum de Debates sobre o Projeto de Lei 7672/2010.


Márcia Oliveira, representante da Rede Não Bata Eduque, foi uma das palestrantes que colaboram com o Fórum de Debate.

Marta Maria Alves da Silva, coordenadora da Área Técnica de Vigilância e Prevenção de Violências e Acidentes/ Ministério da Saúde, evidenciou em sua exposição o impacto e a magnitude da violência física na morbimortalidade de crianças e adolescentes.

Adriana Accorsi, Superintendente de Direitos Humanos da Secretária de Segurança Pública e Justiça de Goiás e Ex-delegada titular da Delegacia de Proteção Crianças e Adolescentes (DPCA) e Cida Alves, psicóloga especialista em atendimento a pessoas em situação de violência, também contribuiram com o debate.

Pronunciamento da psicóloga Cida Alves, especialista convidada


Pronunciamento da médica Marta Silva, especialista convidada



Pronunciamento da representante da Rede Não Bata Eduque, Márcia Oliveira



Participantes do Fórum de Debates sobre projeto de lei nº 7.672/2010 na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás

Formadores que estiveram presentes:
Ângela Cristina Belém Mascarenhas, professora Dra. do Programa de Pós-graduação da Faculdade de Educação - UFG
Arlene Carvalho de Assis Clímaco, professora Dra. com vínculo voluntário na Universidade Federal de Goiás.
Daniel Emído, psicanalista, psiquiatra e professor da Vertente Psicanalista
Eleusis Rodrigues de Andrade, psicóloga, psicodramatista e professora do Centro de Estudo e Atendimento em Psicodrama (CAEP)
Sílvia Rosa Silva Zanolla – Professora Dra. do Programa de Pós-graduação da Faculdade de Educação - UFG

Representações Institucionais:
Arleide dos SantosNúcleo de Prevenção das Violências e Promoção da Saúde da Secretaria Municipal da Saúde de Goiânia
Eduardo Mota – Presidente do Conselho Municipal de Direitos de Crianças e Adolescente de Goiânia
Luiza Monteiro Coordenadora do Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua/Goiás
Maria Luiza Moura – coordenadora do Instituto Dom Fernando/Sociedade Goiana de Cultura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)