21 de jun de 2018

26 de junho - Dia Nacional pela Educação Sem Violência, "Eu faço parte"




 

 

Participe de nossa campanha!

A Lei Menino Bernardo (13.010/2014) completa quatro anos no próximo dia 26 de junho. A Rede Não Bata, Eduque (RNBE), que acompanhou e incentivou a tramitação do marco legal que previne o uso dos castigos físicos e humilhantes como forma de educar crianças e adolescentes, lança na data o Dia Nacional pela Educação sem Violência. Apesar do avanço legislativo, na prática o Brasil está defasado e o Estado vem sendo cobrado por organismos internacionais.
No âmbito da agenda 2030, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 5.2 (“Eliminar todas as formas de violência contra todas as mulheres e meninas nas esferas públicas e privadas, incluindo o tráfico e exploração sexual e de outros tipos”) e 16.2 (“Acabar com abuso, exploração, tráfico e todas as formas de violência e tortura contra crianças”) se relacionam diretamente com a nossa causa. Recentemente, o Brasil ingressou - por influência determinante de uma coalizão formada por mais de 30 organizações, incluindo a Rede Não Bata, Eduque - na Parceria Global pelo Fim da Violência contra Crianças e Adolescentes, se comprometendo a lançar iniciativas e indicadores com o objetivo de cumprir os ODS.
Agora é a hora de unir esforços pela implementação da lei com políticas públicas que incentivem o uso de formas positivas e não violentas de educar. Se você está recebendo este e-mail, é considerado um importante parceiro nesta luta. Junte-se a nós na campanha! Quer saber como? Acompanhe algumas sugestões a seguir, lembrando que você tem liberdade sobre como colaborar conosco. Seremos muito gratos de qualquer forma.

Baixe o material completo da Campanha

Faça o download de cartazes, logo, cards e material de apoio para atividades da Campanha. Todos os materiais são previamente autorizados
para impressão. Divulgue em seu espaço e na internet. Se conseguir parcerias para impressão, melhor ainda. Use e espalhe à vontade!
Baixe Aqui

Confira o cronograma de postagens do material nas mídias sociais da Rede Não Bata, Eduque

Para uma comunicação fluida e alinhada, compartilharemos os dias em que cada material será publicado em nossas redes sociais. Seria interessante que os parceiros pudessem seguir as respectivas datas, lembrando que, após a publicação, o uso é livre e irrestrito. Os links para as redes sociais estão no final desse e-mail.
A partir de 14/06 - Artes "Eu faço parte" - 1 e 2
A partir de 15/06 - Cartaz Campanha RNBE_1
A partir de 18/06 - Cartaz Campanha RNBE_2
A partir de 19/06 - Cartaz Campanha RNBE_3
A partir de 20/06 - Cartaz Campanha RNBE_4

Promova em espaços públicos...

  1. Faça panfletagem do material da Rede Não Bata, Eduque
  2. Desenvolva enquetes, entrevistas, questionários que abordem o tema;
  3. Apresente ações culturais como batalha de rap, esquetes, flash mob, entre outros;
  4. Façam cartazes com dados sobre a violência contra a criança e o adolescente e sobre formas de educar sem violência
  5. Elabore uma faixa onde a comunidade pode deixar sua mensagem;

...com crianças:


  1. Promova um concurso cultural com desenhos, poesia, teatro, redação, música ou fotografia sobre o tema.
  2. Peça a elas que construam um mural com as regras/combinados que proporiam para que não haja bullying (violência física ou psicológica) na escola.
  3. Peça a elas que construam uma lista de sanções/castigos que poderiam ser aplicadas pelos pais caso elas não cumpram uma tarefa/combinado/regra em substituição aos castigos físicos e psicológicos (que não sejam bater, gritar ou xingar).

...com adultos:


  1. Faça rodas de diálogo sobre o tema
  2. Proponha a construção do varal das violências (ver formulário específico no material de apoio para atividades)
  3. Faça uma dinâmica que incentive o preenchimento do gráfico do cuidado (ver formulário específico no material de apoio para atividades) e no final promova uma discussão sobre o tema
  4. Desenvolva enquetes sobre a temática

...e na internet:

Tem um blog, um canal no Youtube, muitos seguidores em suas redes sociais? Curta nossa página e divulgue a data, as informações e o material que compartilhamos. Fique ligado, pois lançaremos nos próximos dias vídeos da campanha com depoimentos de pessoas públicas ligadas à causa, como a apresentadora e porta-voz do lema "Não Bata, Eduque", Xuxa Meneghel.

Finalmente, não deixe de utilizar as hashtags:
#DiaNacionalpelaEducaçãosemViolência
#26deJunho
#NãoBataEduque
#4anosdaLeiMeninoBernardo

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE aos que irão fazer atividades públicas: não deixe de compartilhar fotos dos eventos com a gente! Gostaríamos muito de divulgar essas ações!


19 de jun de 2018

LEI MENINO BERNARDO – Pelo direito de crescer e se desenvolver livre de violências físicas e psicológicas - Goiânia, 26 de junho de 2018


“Lei Menino Bernardo” será tema de Seminário dia 26 de junho: inscrições abertas
 
Serão abertas a partir de amanhã (14/6), pelo endereço www.mpgo.mp.br, as inscrições para participar no Seminário “Lei Menino Bernardo – Pelo direito de crescer e se desenvolver livre de violências físicas e psicológicas”.
 
O Seminário acontecerá no dia 26 de junho de 2018, no auditório do edifício-sede do MP de Goiás, em Goiânia, a partir das 8 horas. As vagas são limitadas.

A iniciativa do Evento é do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude do Ministério Público do Estado de Goiás, com o apoio da “Rede de Atenção à crianças, adolescentes e mulheres em situação de violência de Goiânia” e da “Rede Não Bata, Eduque”, com coordenação da Escola Superior do MP-GO.

A programação será destinada aos profissionais que compõem a rede de atenção e proteção a Criança e Atendimento à Criança e ao adolescente e acadêmicos. 

Confira aqui os temas das palestras, da mesa redonda e quais são os expositores. (Texto: Elaine Borges/Apoio Técnico em Comunicação ESMP-GO. Arte: Coordenação de Editoração ESMP-GO).



Iniciativa:

Núcleo de Vigilância de Violências e Promoção da Saúde/Superintendência de Vigilância em Saúde/Diretoria de Epidemiologia/SMS Goiânia



Realização:   

Rede não Bata Eduque, Rede de Atenção a Crianças, Adolescentes, Mulheres e Idosos em Situação de Violências de Goiânia e Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude do MP/GO



Parceiros:

Secretaria Estadual de Saúde de Goiás, Coordenação de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde/SVS/Ministério da Saúde; Assembleia Legislativa de Goiás; Câmara dos Vereadores de Goiânia; Faculdade de Medicina/UFG; Hospital das Clínicas/UFG-EBSERH; Conselho Regional de Psicologia, Conselho Regional de Serviço Social e Associação dos Psicólogos de Goiás.

Veja a programação completa abaixo: 


PROGRAMAÇÃO

MANHÃ

8 horas – Merenda de boas vindas!

8 às 9:30 horas - Abertura:
Apresentação Cultural:
Dramatização do Poema “Guitarra” (Cecília Meireles) pela Trupe “Marias à Flor da Palavra - Mulheres Leitoras”.

Mesa de abertura com autoridades presentes

9:30 às 10:00 horas - Palestra:

Situação atual da mortalidade, internações e notificações de violências físicas contra crianças e adolescentes – situação epidemiológica”
Ms. Marta Maria Alves da Silva - Núcleo de Vigilância de Violências e Promoção da Saúde/SMS Goiânia e HC/UFG-EBSERH.

10:00 às 10:30 horas - Palestra:
“Impactos das violências físicas e psicológicas no desenvolvimento na Primeira Infância”.

Norma Elisabete Silva Sá - Psicóloga, psicopedagoga, certificada para o desenvolvimento de lideranças femininas pelo Centre for Development and Population Activities (CEDPA). Membro do Grupo Gestor da Rede Não Bata, Eduque, representando o Promundo.

10:30 às 11 horas:

Lançamento dos Projetos de Lei Estadual e Municipal do “Dia de Enfrentamento das Violências Físicas e Psicológicas contra Crianças e Adolescentes”
Deputada Adriana Accorsi
Vereador Vinícius Clementino Cirqueira

11 às 12:30 horas:
Apresentação Cultural:
Música - “Coração Civil” (Milton Nacimento) - Jucinêde Silva Oliveira de Araújo e Circo Laheto

Homenagens às Defensoras e aos Defensores por uma Educação Livre de Violências Físicas e Psicológicas



INTERVALO ALMOÇO – 12 às 14 horas


TARDE

14 às 14:20 horas Apresentação Cultural:
Dramatização do “Poema Menino São José” (Elisa Lucinda) pela Trupe “Marias à Flor da Palavra, Mulheres Leitoras”

14:20 às 16 horas - Mesa redonda:
“Caso Bruno Diego Ferreira” – Estudo Interinstitucional

Maria Aparecida Alves da Silva (Cida Alves) – Núcleo de Vigilância de Violências e Promoção da Saúde/SMS Goiânia
Elísio de Castro – Supervisor Médico da Pediatria do HUGOL
Publius Lentulus Alves da Rocha – CAO da Infância e Juventude/MP/GO
Tiago Gregório Fernandes – Defensoria Pública de Goiás
Willian Carlos – Conselho Tutelar de Goiânia e Diretor da Associação de Conselheiros/as e Ex-Conselheiros/as Tutelares do Estado de Goiás (ACETEGO)

Coordenação da Mesa: Dra. Lusmaia Damasceno Camargo Costa Chefe do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFG.

16 às 17 horas - Debate

17 às  17:30 horas - Encaminhamentos finais e Encerramento:
Maria Aparecida Alves da Silva (Cida Alves) – Núcleo de Vigilância de Violências e Promoção da Saúde/SMS Goiânia
Publius Lentulus Alves da Rocha – CAO da Infância e Juventude/MP/GO

17:30 às 18 horas – Merenda com abraços.