16 de dez de 2011

“O caso mais grave que nos tivemos em Goiânia, na DPCA, não foi um caso de pedofilia, foi um caso de tortura aplicada como castigo corporal”, diz Adriana Accorsi

Amig@s do blog não deixem de ver o pronunciamento de Adriana Accorsi no Fórum de debates sobre o Projeto de Lei 7672-10 na Assembleia Legislativa de Goiás. Ele é muito contundente e esclarecedor. Imperdível!!!!

Adriana Accorsi  foi delegada titular da Delegacia de Proteção de Crianças e Adolescentes, Superintendente de Direitos Humanos da Secretária de Segurança Pública e Justiça de Goiás e atualmente é Delegada Geral da Polícia Civil do Estado de Goiás.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)