2 de abr de 2011

Varal de Recados















Aberta as inscrições para o Curso Impactos da Violência na Saúde


O Curso Impactos da Violência na Saúde decorre de uma parceria entre o Ministério da Saúde/Secretaria de Vigilância em Saúde/Secretaria de Atenção à Saúde e a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP), por meio do Centro Latino-Americano de Estudos de Violência e Saúde Jorge Carelli (CLAVES) e da Educação a Distância (EAD).

O Curso se insere na Política Nacional de Redução de Morbimortalidade por Acidentes e Violências (Portaria MS/GM n. 737, de 16/05/2001) e busca contribuir para a promoção de uma sociedade cujo valor primordial seja a vida – e não a morte – e a convivência saudável de seus cidadãos.

Em fase de implementação nacional, ele se desenvolve totalmente a distância, por meio de um ambiente virtual de aprendizagem e de estratégias pedagógicas diferenciadas: abordagens conceituais, análise de textos, situações-problema, estudos de casos, trabalho de campo, atividades reflexivas, acesso à bibliografia de referência e
a acervos em biblioteca virtual.


Coordenação

Kathie Njaine
Patrícia Constantino
Simone Gonçalves de Assis

Objetivos

Desenvolver competências conceituais, comunicativas, interpessoais e políticas dos participantes em relação ao impacto da violência sobre a saúde; às ações de prevenção; ao atendimento das vítimas; e ao gerenciamento de ações.

Público-alvo

Prioritariamente, profissionais de Saúde de nível superior e gestores de serviços que atendem a população em situação de violência. Excepcionalmente, a profissionais de Saúde de nível médio e a profissionais de outras áreas, desde que atuem com população em situação de violência ou em instituições voltadas para a garantia de direitos.

Unidades de Aprendizagem

Bases conceituais e históricas da violência e setor Saúde
Atenção a pessoas em situação de violência sob a perspectiva do ciclo de vida
Atenção sob a ótica da vulnerabilidade à violência A gestão em saúde na prevenção e atenção às situações de violência

Avaliação

A avaliação do aluno é permanente e participativa. Durante o processo, são desenvolvidas diversas atividades para o tutor avaliar o desempenho do aluno, seu grau de interesse e de motivação e as novas oportunidades de agir em sua realidade de trabalho. Estão previstas atividades avaliativas específicas para os gestores e outras para os profissionais que atuam diretamente na atenção à população em situação de violência.

A partir dessas atividades, o aluno é avaliado por meio: do potencial de discussão e reflexão sobre a violência em seus diferentes aspectos; das questões, reflexões e soluções apresentadas por ele aos casos propostos; da participação nas discussões com outros profissionais, em seu local de trabalho; da capacidade em articular o conteúdo teórico com a prática; da pontualidade no cumprimento das atividades.

Os conceitos adotados para avaliar o aluno e sua correspondência a notas são: conceito A/Excelente - notas de 9,0 a 10,0
conceito B/Bom - notas de 7,5 a 8,9
conceito C/Regular - notas de 6,0 a 7,4
conceito D/Insuficiente - notas iguais ou menores que 5,9

Certificação


O concluinte do Curso com nível superior recebe o Certificado de Aperfeiçoamento em Impactos da Violência na Saúde, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, da Fundação Oswaldo Cruz (ENSP/Fiocruz). A instituição é credenciada pelo Ministério da Educação para desenvolver educação a distância, conforme Portaria 1.725/02, de 12/06/02, publicada no DOU de 13/06/02. O concluinte do Curso com nível médio recebe o Certificado de Desenvolvimento em Impactos da Violência na Saúde, da Escola Politécnica em Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz).

Carga horária Total de 240 horas, desenvolvidas em um período de dez meses.
Requisitos para inscrição Preenchimento da ficha de inscrição disponível no Portal da EAD. Envio da carta de indicação do candidato, por sua chefia imediata. Envio do curriculum vitae do candidato e de sua carta de intenção.

Critérios de seleção

Apresentar carta de indicação da chefia imediata.
Ter perfil compatível com as exigências acadêmicas do Curso, com base nas análises do curriculum vitae e da carta de intenção do candidato.
Pertencer a município considerado área fundamental do SUS para o desenvolvimento de ações em violência e saúde.

Valor
O Curso é financiado pelas instituições demandantes (MS/SVS e SAS), sem ônus para o aluno.

São 500 vagas para todo o Brasil e as inscrição para seleção, que vai até 29 de abril.

Veja o Edital


Abraços,

Fabiana Castelo Valadares
tutoriafabiana@gmail.com



Save the Children acaba de lançar o 7º Concurso Iberoamericano de Fotografia em Preto e Branco.

As inscrições vão até o dia 31 de maio de 2011.

Mais informações no link
do Save the Children

Divulguem!

Abraços,


Marcia Oliveira

Rede Não Bata, Eduque

Um comentário:

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)