12 de mai de 2016

18 de maio nas Escolas Municipais - Goiânia 2016

Um grande avanço! Por força do trabalho das profissionais da Rede de Atenção da Secretaria Municipal da Educação de Goiânia o 18 de maio faz parte do Calendário Escolar.



O enfrentamento a violência e a exploração sexual contra crianças e adolescentes será tema de trabalho dos educandos e educandas de todas as escolas municipais. A partir dos territórios definidos para os estudos de caso e o monitoramento da atenção das pessoas em situação de violência, cinco escolas foram selecionadas para compor a programação do 18 de maio em Goiânia. 

O Centro de Referências em Direitos Humanos de Goiás contribui com a elaboração de um roteiro para a produção dos vídeos dos alunos e alunas. Esse roteiro incluiu sugestões de textos, documentários e filmes.


Protagonismo Juvenil

Nos dias 16, 17, 18 e 19 de maio os alunos e as alunas das escolas selecionadas apresentarão suas produções sobre o tema do enfrentamento as violências sexuais (vídeos, cartazes dentre outras). 

Nos dias 17 e 18 os adolescentes e as adolescentes do Projeto Vira Vida apresentarão um teatro sobre o mesmo tema (Programação abaixo)




Desde de 2013 a Rede de Atenção a Crianças, Adolescentes, Mulheres e Idosos em Situação de Violência de Goiânia definiu que as ações do 18 de maio têm que envolver diretamente as crianças e os adolescentes.





“Em torno de 80% dos casos de violências sexuais o principal autor de violência é um adulto que possui um vínculo de confiança com a criança e o adolescente. Realizar ações que só envolvem familiares e os adultos responsáveis possuem um baixo impacto na real proteção das crianças e dos adolescentes. Nesse sentindo, a Rede de Atenção entende ser crucial levar esclarecimentos diretamente aos meninos e meninas. Em um diálogo aberto, precisamos informá-los sobre como sair de situações de risco, onde e a quem podem pedir ajuda. O mais cedo possível, devemos ajuda-las a discernir o que são os toques amorosos dos abusivos. A orientação sexual e o desenvolvimento da consciência de que as crianças têm direito sobre o seus corpos e que não nenhum adulto pode tocá-las de maneira que a fazem sofrer são fatores protetivos contra as violências sexuais” (Cida Alves).


PROGRAMAÇÃO NAS ESCOLAS


Regional Sul

16 de maio (Segunda-feira)

8h30min

Escola Municipal Professora Amélia Fernandes
Rua Ocanan, Nº50 - Parque Acalanto
Fone: 3282-6991

Participação especial do Circo Lahetó


Regional Sudoeste

17 de maio (terça-feira)

9h00min

Escola Municipal Engenheiro Antônio Felix
Rua Dinamarca, Qd 99, Sem Nº - Jardim Europa

Fone: 3524-8248

Participação especial do Teatro do Projeto Vira-Vida


Regional Noroeste e Norte

18 de maio (quarta-feira)

9h00min

14h00min

Escola Marcos Antônio Dias
Avenida Otávio Lucio Esq.
com A Rua 15 de Novembro Sem Nº Bairro Estrela Dalva 

Fone: 3524-3514

Participação especial do Teatro do Projeto Vira-Vida



Regional Leste e Norte

 19 de maio (quinta-feira)

9h00min


Escola Professor Lourenço Ferreira
Avenida GB11, nº60 - Jardim Guanabara 

Fone:3524-8974



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)