21 de set de 2011

Dia Internacional da Paz: tributo a poesia de William Ernst Henley (1849-1903)

Para comemorar o Dia Internacional da Paz deixo a você
o poema que inspirou Nelson Mandela



"Invictus"

Dentro da noite que me rodeia,
negra como um poço de lado a lado,
eu agradeço os deuses que existem
por minha alma indomável.

Nas garras cruéis da circunstância
eu não tremo ou me desespero.
Sob os duros golpes da sorte
Minha cabeça sangra, mas não se curva.

Além deste lugar de raiva e choro
paira somente o horror das sombras,
e ainda assim a ameaça do tempo vai me encontrar
e deve me achar destemido.

Não me importa se o portão é estreito,
não me importa o tamanho do castigo.
Eu sou o dono de meu destino.
Eu sou o capitão de minha alma.

William Ernst Henley (1849-1903)


"Desde la noche que sobre mi se cierne,
negra como su insondable abismo,
agradezco a los dioses si existen
por mi alma invicta.

Caído en las garras de la circunstancia
nadie me vio llorar ni pestañear.
Bajo los golpes del destino
mi cabeza ensangrentada sigue erguida.

Más allá de este lugar de lágrimas e ira
yacen los horrores de la sombra,
pero la amenaza de los años
me encuentra, y me encontrará, sin miedo.

No importa cuán estrecho sea el camino,
cuán cargada de castigo la sentencia.
Soy el amo de mi destino;
soy el capitán de mi alma"



"Out of the night that covers me
Black as the pit from pole to pole
I thank whatever gods may be
For my unconquerable soul.

In the fell clutch of circumstance
I have not winced nor cried aloud
Under the bludgeonings of chance
My head is bloody, but unbowed.

Beyond this place of wrath and tears
Looms but the horror of the shade,
And yet the menace of the years
Finds, and shall find, me unafraid.

It matters not how strait the gate,
How charged with punishments the scroll,
I am the master of my fate
I am the captain of my soul".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)