1 de mai de 2011

“Crimes contra a humanidade não podem ser anistiados”



Quando falou ao repórter sobre a Lei da Anistia, Marcia Poole, diretora de Informações e Comunicações da Anistia Internacional, foi taxativa: “existem crimes que são imprescritíveis e as famílias dos mortos e desaparecidos têm o direito de saber o que aconteceu com eles”, disse, ao ressaltar a importância que teria para o País a constituição da Comissão da Verdade.

Veja entrevista completa aqui

“Comissão da Verdade deve ser aprovada ainda neste semestre”

O ministro da Defesa Nelson Jobim não vê empecilhos para a criação da Comissão Nacional da Verdade, que deverá investigar crimes políticos cometidos pelo estado durante a ditadura. Acredita que a criação da comissão e a própria instalação dela devem ocorrer ainda no primeiro semestre deste ano. Em Porto Alegre, onde participou de um seminário que tem divulgado pelo Brasil o Livro Branco de Defesa Nacional, ele também se reuniu, no final da tarde da quinta-feira (28), com o governador Tarso Genro em uma conversa amigável, mas que teve como pauta importante a possível instalação de uma fábrica alemã de blindados em Santa Maria, cidade em que os dois viveram.

Veja mais aqui

Uruguai anula lei que anistiava crimes da ditadura.

O Senado uruguaio aprovou o projeto interpretativo que anula a Lei da Caducidade. Durante 25 anos, essa norma impediu que fossem julgados os responsáveis por sequestros, torturas, desaparecimentos e assassinatos cometidos durante a ditadura que governou o país entre 1973 e 1985. No dia 4 de maio, projeto deve ser ratificado em votação na Câmara de Deputados. Corte Interamericana considera a Lei da Caducidade como um obstáculo para a justiça no Uruguai.

Veja mais aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)