12 de mar de 2016

A Psicologia em defesa da democracia e do estado de direito

A Psicologia, por meio de suas entidades, tem afirmado e defendido valores democráticos que garantam o debate amplo, respeitoso e plural das ideias e projetos que circulam em nossa sociedade. No exercício de nossa profissão, aprendemos a defender a liberdade de expressão, a convivência da diversidade e os espaços coletivos de reflexão que possam fomentar a paz social.
 
A Psicologia sabe que essa paz não é sinônimo de quietude, de medo, silêncio ou impunidade, mas, ao contrário, é baseada na possibilidade real da convivência da diferença, garantida pela ênfase no debate e no respeito ao outro. Estes são princípios que regem nossa profissão e que a colocam a serviço da sociedade, atenta a todas as ações que, em sentido contrário, silenciem o coletivo e imponham uma única versão dos fatos.
 
Temos defendido de modo veemente a igualdade de direitos, a aceitação da vontade da maioria e o debate permanente, condição da mais qualificada democracia, reflexo do espírito republicano.
 
Portanto, diante de acontecimentos que procuram constranger e desvalorizar projetos em defesa da igualdade e da construção de melhores condições de vida para uma maioria de nossa população, não podemos, como categoria profissional, nos calar, e expressamos nossa oposição ao abuso do poder por instituições do Estado.
 
Defendemos uma conduta verdadeiramente republicana, igualitária, das instituições do Estado. Defendemos um jornalismo imparcial, crítico e de qualidade das empresas midiáticas, que não fomente o ódio ou o medo, que não oculte informações e que saiba colocá-las todas à disposição do debate democrático. Defendemos uma justiça que se aplique a todos, sem distinção, e um sistema jurídico atento à manutenção dos direitos fundamentais.
 
Da verdadeira democracia as entidades da Psicologia não abrem mão, porque a reconhecem como condição basilar à paz social.
 
Conselho Regional de Psicologia 1ª Região – Distrito Federal
Conselho Regional de Psicologia 3ª Região – Bahia
Conselho Regional de Psicologia 4ª Região – Minas Gerais
Conselho Regional de Psicologia 5ª Região – Rio de Janeiro
Conselho Regional de Psicologia 6ª Região – São Paulo
Conselho Regional de Psicologia 10ª Região – Pará/Amapá
Conselho Regional de Psicologia 12ª Região – Santa Catarina
Conselho Regional de Psicologia 13ª Região – Paraíba
Conselho Regional de Psicologia 14ª Região – Mato Grosso do Sul
Conselho Regional de Psicologia 16ª Região – Espírito Santo
Conselho Regional de Psicologia 17ª Região – Rio Grande do Norte
Conselho Regional de Psicologia 20ª – Acre/Amazonas/Rondônia/Roraima
Sindicato dos Psicólogos do Estado de São Paulo (SinPsi)
Sindicato dos Psicólogos do Estado do Rio Grande do Norte (Sindpsi-RN)
Sindicato dos Psicólogos do Estado do Rio de Janeiro (Sindpsi-RJ)
Sindicato dos Psicólogos do Estado do Amazonas (Sindpsi-AM)
Sindicato dos Psicólogos do Estado do Mato Grosso do Sul (Sinpsi-MS)
Associação Brasileira de Ensino de Psicologia (ABEP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)