5 de nov de 2015

Mulheres protestam contra a PL 5069 em Goiás – entrevista à Rádio O Ecos da Terra - Gênero e Sustentabilidade

12122602_1053261871391413_2413268728056713887_n

Manifestação de mulheres em Goiânia contra o deputado Eduardo Cunha e a PL 5069

 


Ouça a entrevista na Radio MEC AM “O Ecos da Terra - Gênero e Sustentabilidade” – AQUI

 

Colaboradora Geralda Ferraz traz informações direto Goiânia

De Norte a Sul do Brasil, mulheres comunicadoras apresentam as notícias e seus olhares sobre o que acontece relacionado aos direitos das mulheres, à cidadania e ao ambiente. É o Girando a Saia, que conta com a colaboração de comunicadoras da Rede de Mulheres em Comunicação e da Rede de Mulheres da Associação Mundial de Rádio Comunitárias (Amarc-Brasil), que  vai ao ar às quintas-feiras, às 10h30, no Ecos da Terra.

No quadro Girando a Saia desta quinta-feira (5), a colaboradora Geralda Ferraz traz a cobertura da manifestação de mulheres em Goiânia contra o deputado Eduardo Cunha e a PL 5069, que dificulta o atendimento de mulheres vítimas de abuso sexual no SUS.

Geralda conversou com a psicóloga Cida Alves, que participou de implementação da pílula do dia seguinte em 1996, na Secretaria de Saúde como responsável pelo atendimento psicológico das vítimas de abuso sexual. "Ver em pleno 2015 um retrocesso tão violento como esse nos deixa com o coração apertado e com muita gana de lutar."

O quadro também traz informações sobre a violência policial contra mulheres no Sul e a mobilização da mulheres para Marcha das Mulheres Negras 2015 no Nordeste.
Ouça na íntegra, clicando no player acima.

O Ecos da Terra - Gênero e Sustentabilidade vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 10h às 11h, na Rádio MEC AM do Rio de Janeiro - 800 kHz com apresentação de Denise Viola.

Participe do programa ao vivo pelo telefone (21) 2117-6922 ou mande mensagem através do Whatsapp (21) 99864-0238.


Fonte: Rádio “O Ecos da Terra - Gênero e Sustentabilidade” MEC AM Rio de Janeiro

Foto: Osair Manassan

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)