24 de out de 2013

Carta de Solidariedade a Fran

lila_flowers

CABEÇA ERGUIDA FRAN!

Senti uma profunda comoção ao ler hoje (24 de outubro) no jornal “O popular”  o seu depoimento. Nele descobri que tem por costume ler todas as mensagens a seu respeito. Por isso fiz essa postagem!

Querida e linda menina, saiba que sou solidária a seu sofrimento. Imagino a sua dor e todas as dificuldades que tem enfrentando ante ao preconceito e ao moralismo vigente em nossa sociedade. Mas lhe peço, mesmo ante toda a dor que sente, que guarde em seu precioso coração uma certeza, você não tem nenhuma culpa nessa história. É seu direito a livre expressão de sua sexualidade! E sexo não tem nada a ver com violência. Nele se exige a construção de um vínculo de confiança, respeito, entrega sincera e cumplicidade. Se alguém rompe esses valores é por que é um GRANDE MAU CARÁTER.

Um forte abraço e conte comigo!

Dedico a você a canção “DIGNIFICADA” de Lila Downs.

Dignificada

Hay en la noche un grito,
Y se escucha lejano.
Cuentan al sur,
Es la voz del silencio.
En este armario hay un gato encerrado,
Porque una mujer,
Porque una mujer,
Defendió su derecho.

De la montaña se escucha la voz de un rayo,
Es el relámpago claro de la verdad.
En esta vida santa que nadie perdona nada,
Pero si una mujer, pero si una mujer,
Pelea por su dignidad.

Ay, morena,
Morenita mía,
No te olvidaré.

Ay, morena,
Morenita mía,
No te olvidaré.

Que me doy mi lugar porque yo soy mujer,
Y todo lo que me pasa no me lo puedo creer,
Canto tú y la mentira y los cholos me ven,
Si lo quiero o no quiero es mi gusto querer.
De tu carne a mi carne, dame un taco de res,
Los prefiero y los quiero al que me dé de comer,
Ya probé el que es ajeno, es el pan que no quiero,
Que la voluntad del cielo me mande al primero,
Que me quiera como soy, a ese sí que no lo quiero.
A ese sí que no quiero
A ese sí que no quiero.

Te seguí los pasos, niña,
Hasta llegar a la montaña,
Y seguí la ruta de Dios,
Que las animas acompañan.

Te seguí los pasos, niña,
Hasta llegar a la montaña,
Y seguí la ruta de Dios,
Que las animas acompañan.

Hay en la noche un grito,
Y se escucha lejano.
Cuentan al sur,
Es la voz del silencio.
En este armario hay un gato encerrado,
Porque una mujer,
Porque una mujer,
Defendió su derecho.

De la montaña se escucha la voz de un rayo,
Es el relámpago claro de la verdad.
En esta vida santa que nadie perdona nada,
Pero si una mujer, pero si una mujer,
Pelea por su dignidad.

Ay, morena,
Morenita mía,
No te olvidaré.

Dignified

At night, there’s a scream
It can be heard far away
In the south it is said
That is the voice of silence.
In this closet there’s an enclosed cat,*
Because a woman,
Because a woman,
Fought for her rights

The voice of a thunderbolt can be heard from the mountain
It is the truth; clear as lightning
In this blessed life where nobody forgives anything
But a woman does, but a woman does
She fights for her dignity

Ay! Swarthy
Little swarthy of mine
I won’t forget you

I give myself the respect I deserve because I am a woman
I can’t believe everything that happens to me
So you, falsehood, and “cholos”** look at me
If I love him, or if I don’t, ultimately it is up to me to love
From your skin to my skin, give me a beef taco
I prefer them, and hence, I love he who feeds me
I tasted already the one that belongs to someone else, that’s the bread I don’t want
May the heavens send me the first one
Who loves me the way I am, that one I do love
That one I do love
That one I do not

I followed your steps, girl,
Till we arrived at the mountain
And I followed God’s trail
The one that the souls walk

At night, there’s a scream
It can be heard far away
In the south it is said
That is the voice of silence.
In this closet there’s an enclosed cat,
Because a woman,
Because a woman,
Fought for her rights

The voice of a thunderbolt can be heard from the mountain
It is the truth; clear as lightning
In this blessed life where nobody forgives anything
But a woman does, but a woman does
She fights for her dignity

Beautiful mother (pray for her)
Loving mother (pray for her)
Merciful mother (pray for her)***

 


Veja mais informações nas reportagens abaixo:

A cretinice de quem vaza - e compartilha - vídeo íntimo

'Não me arrependo porque fiz por amor', diz garota sobre vídeo de sexo

Suspeito depõe e nega envolvimento com garota filmada em vídeo de sexo

2 comentários:

  1. quem fez isso com ela é muito inútil

    ResponderExcluir
  2. lindo, lindo este video e a cançao, Cida Alves!
    Jose Eduardo Silva

    ResponderExcluir

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)