22 de out de 2016

Pequena Lucía Pérez, quando eles começam a nos odiar?



Dois rapazes que por nove meses habitaram um útero como o meu e o teu.

De seios iguais aos nossos receberam leite, calor e aconchego.

Brincaram com cabelos e, em momentos de medo, agarraram às pernas de mulheres como nós.

Exaustos, fizeram de barrigas e braços de mulheres macios berços.



Dois rapazes em uma “noche porteña”, violam e matam uma jovem mulher.

A crueldade cunhada em seu corpo, pequena Lucía, não cabe em palavras.


Agora me diga, linda pequena?

Me diga, quando eles deixaram de enxergar ternura e humanidade no corpo de uma mulher?

Me diga, como eles aprenderam a sentir prazer na dor e no sofrimento perpetrado em um corpo de mulher?

Me diga, onde eles começaram a ser homens que odeiam as mulheres?

Cida Alves



Foto: Cena do filme "Irreversível"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)