9 de out de 2016

Filme Good, uma alegoria sobre a "banalidade do mal"



Em tempos sombrios, uma leitura obrigatória!

 
Foram os “Homens Bons” - cordatos, dóceis, obedientes e que se abstiveram do ato de pensar criticamente sua realidade, que conferiram a legitimidade da maioria ao então representante da extrema direita alemã, o fuhrer Adolf Hitler.




“Há escolhas que nos tornam quem somos”




“Siempre hay um punto sin retorno”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)