2 de out de 2012

Mapa da Violência 2012: Crianças e Adolescentes

 

Extermínio de Crianças e Adolescentes

“E há tempos são os jovens
que adoecem
E há tempos
O encanto está ausente
E há ferrugem nos sorrisos”.

Legião Urbana

 


Na avaliação do representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) no Brasil, Manuel Buvinich, 60% dos ganhos que o país alcançou com a redução da mortalidade entre crianças de até 5 anos se perdem diante dos altos índices de assassinato de adolescentes. Ficamos muito preocupados com o fato de a violência letal começar tão cedo, aos 12 anos.

 

“(...) a maior ameaça à vida dos jovens em nosso País, na atualidade, não são mais as doenças, mas sim a violência”*.

 

Acesse o Mapa da Violência 2012 AQUI

 

Veja abaixo o vídeo que Yvonne Bezerra de Mello (ativista pelos direitos da criança e do adolescente)  denuncia à comunidade internacional o alto número de assassinatos de crianças e jovens no Brasil. Segundo dados recentes, 176 mil crianças e jovens foram assassinados nos últimos 30 anos, mostrando um aumento de 345% desde 1980. 

 

 

Colaboração de Márcia Kafuri, psicóloga e ex coordenadora geral do Centro de Atenção Psicossocial Infanto Juvenil – CAPS ÁGUA VIVA da Secretaria Municipal da Saúde de Goiânia (Goiás – Brasil).


*Frase retirada da apresentação do livro “Impacto da violência na saúde dos brasileiros” (MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2005) assinadas por Jarbas Barbosa da Silva Júnior (Secretário de Vigilância em Saúde/MS) e Horacio Toro Ocampo (Representante do Brasil da Organização Pan-Americana da Saúde – OMS).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)