1 de abr de 2017

53 anos da Ditadura Civil Militar. Sequestros, torturas, desaparecimentos, assassinatos, a que ordem bem servem os cruéis e sua impunidade?



 
"Há preconceito com o nordestino
Há preconceito com o homem negro
Há preconceito com o analfabeto
Mas não há preconceito se um dos três for rico, pai.

A ditadura segue meu amigo Milton
A repressão segue meu amigo Chico

Me chamam Criolo e o meu berço é o rap

Mas não existe fronteira pra minha poesia, pai.
Afasta de mim a biqueira, pai
Afasta de mim as biate, pai
Afasta de mim a cocaine, pai
Pois na quebrada escorre sangue,pai.

Pai
Afasta de mim a biqueira, pai
Afasta de mim as biate, pai
Afasta de mim a coqueine, pai.
Pois na quebrada escorre sangue".

Cálice de Criolo 


______________

Nos porões do passado, "Marighellas", “Stuarts Angel”, “Auroras” e tantos outros e outras.




Nas cadeias e ruas de hoje, “Amarildos”, “Cláudias”, "Dandaras" e tantas outras e outros.

 

 


Nas cadeias e ruas de hoje, “Amarildos”, “Cláudias”, "Dandaras" e tantas outras e outros.
 






Foto: divulgada pelo site GGN em 26 de fevereiro de 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)