7 de out de 2010

A grande mída nacional e a liberdade de expressão











"Tu clamas por liberdade
Mas só aquela que te convém (...)*"










"Fui demitida por um 'delito' de opinião".


A psicanalista Maria Rita Kehl foi demitida pelo Jornal O Estado de S. Paulo depois de ter escrito, no último sábado (2), artigo sobre a "desqualificação" dos votos dos pobres. O texto, intitulado "Dois pesos...", gerou grande repercussão na internet e mídias sociais nos últimos dias.



Veja mais

Nesta quinta-feira (7), ela falou a Terra Magazine sobre as consequências do seu artigo.

Entrevista completa na Terra Magazine

Artigo na integra no Estadão on line

*fragmento da canção Olha de Milton Nascimento

"Tu clamas por liberdade
Mas só aquela que te convém
Tu puxas a arma no escuro
E não suportas ninguém feliz

Persegues a quem trabalha
Calúnia, carga e traição
Te julgas o mais experto
Mas és mentira, só ilusão

Depois de passar o tempo
Colhe o deserto que é todo teu
Com todo teu preconceito
Segue pesando que enganas deus

E enganando a ti mesmo
Pois quem trabalha continuou
Em cada sonho suado
Que nem percebes o que custou"

Um comentário:

  1. Oi, Cida. É um prazer reecontrá-la por aqui. Agradeço o seu gentil comentário no meu blogue e aproveito para lembrar que a Maria Rita foi demitida por um jornal que estampa, há meses, uma tarja com os dizeres "Há ... dias sob censura".
    Reclamam da censura, mas censuram os próprios funcionários e colaboradores. Realmente: "Dois pesos..."
    Um beijo pra você e adorei sua página.

    ResponderExcluir

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)