18 de set de 2010

Congresso de conselheiros prioriza a discussão sobre o PL que proibe os castigos físicos e humilhantes



.
II Congresso Estadual de Conselhos
Tutelares e Conselheiros de Direitos de Goiás
Caldas Novas
/2010




A psicóloga Cida Alves, técnica do Núcleo de Prevenção das Violências e
Promoção da Saúde/SMS Goiânia
e
integrante da Rede Não Bata Eduque,
ministra a palestra " A integridade física e psicológica e
os direitos humanos de crianças e adolescentes".





A violência física e psicólogica que atinge crianças e adolescentes foi abordado a partir de um prisma transdisciplinar, integrando conhecimentos contruíndos nas áreas da psicólogia, da educação e dos direitos humanos. Ressaltou-se na palestra: as vulnerabilidades e as consequências físicas e mentais que envolvem a prática de bater para educar os filhos, os marcos legais que norteam o Projeto de lei que proíbe os castigos físicos e humilhantes, bem como, os princípios que regem a educação que tem por objetivo construir a autonomia e a ética do sujeito.











Destaqua-se aqui a apresentadação
da magnitude e o i
mpacto da violência física na saúde de crianças e de adolescentes, por intermédio do Sistema de Informação de Mortalidade - SIM e do Sistema de Vigilâncias em Violências e Acidentes - VIVA do Ministério da Saúde.




Destaques do evento




O congresso contou com uma ampla participação. Mais de 300 conselheiros tutelares e conselheiros de direito inscritos. 80 municípios goianos representados no evento. No entanto, ocorreu uma lamentável ausência, nenhum conselheiro da capital esteve presente no congresso.





O painel "O papel do Ministério Público no enfrentamento
à violações dos direitos da criança e do adolescente e a parceria efetiva e construtiva com os Conselhos Tutelares"
teve como expositores o Dr. Públios Lentulus Alves da Rocha - Promotor de Justiça da Comarca de Caldas Novas e o Dr. Everaldo Sebastião de Sousa - Coordenador do Centro de Apoio
Operacional da Infância - MP Goiás, Juventude e Educação
.





Edson Lucas Viana, Presidente do Conselho Estadual dos
Direitos da Criança e do Adolescente do Estado de Goiás
", expondo o tema "Desafios no Atendimento, Desafios no Entendimento".




Na mesa os integrantes da diretoria da Associação dos Conselheiros e Ex-Conselheiros Tutelares do Estado de Goiás (ACETEGO) e os palestrantes Benedito Rodrigues dos Santos e Ricardo Danyalgil




A Palestra Magna: "20 anos do Estatuto da Criança e do
Adolescente e o Plano Decenal"
foi ministrada
por
Benedito Rodrigues dos Santos.




Ricardo Danyalgil, responsável pelo desenvolvimento
e implantação do SIPIA no Brasil, apresenta
aos conselheiros o Softex.







Após a paletras Magna, o consultor da UNICEF Benedito Rodrigues dos Santos é homenageado pela Associação dos Conselheiros de Goiás por seus relevantes trabalhos em defesa da Criança e do Adolescentes. Ana Lídia Fleury (ao lado), presidente da ACETEGO no momento da entegra da medalha.











A atividade cultural contou
com a participação
de meninas
e meninos antendidos no CRAS de Caldas Novas.

A apresentação mesclou elementos da dança contemporanea do Hip Hop.









Confraternizações: aqui a tradiconal parada para as fotos entre os palestrantes e os participantes do Congresso.





























Parabéns Ana Lída e demais diretores da Associação dos
Conselheiros e Ex-Conselheiros Tutelares
do Estado de Goiás (ACETEGO) pela escolha dos temas e
pela qualidade da organização do II Congresso.



.



Crédito das fotos: Cida Alve e Rosimar Silva



Um comentário:

  1. Participei deste congresso. Realmente foi muito proveitoso para todos nós.

    ResponderExcluir

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)