12 de fev de 2012

Companhia de Sapateado Irlandês e sua homenagem à cultura celta

 

Dedico essa postagem de domingo as minhas filhas de sangue, de leite e de coração, que os ideais das mulheres celtas lhes inspirem sempre.

 

 

 

Mulheres Celtas

As mulheres de origem celta eram criadas tão livremente como os homens, a elas era dado o direito de escolherem seus parceiros e nunca poderiam ser forçadas a uma relação que não queriam. Eram ensinadas a trabalhar para que pudessem garantir seu sustento, bem como eram excelentes amantes, donas de casas e mães.

A primeira lição era:

“Ama teu homem e o segue, mas somente se ambos representarem um para o outro o que a Deusa Mãe ensinou: Amor, companheirismo e amizade.

Jamais permita...

Jamais permita que algum homem a escravize: você nasceu livre para amar e não para ser escrava.

Jamais permita que o seu coração sofra em nome do amor.

Amar é um ato de felicidade, por que sofrer?

Jamais permita que seus olhos derramem

lágrimas por alguém

que nunca fará você sorrir!

Jamais permita que o uso de seu

próprio corpo seja cerceado.

Saiba que o corpo é a moradia do espírito,

por que mantê-lo aprisionado?

Jamais se permita ficar horas esperando por alguém

que nunca virá, mesmo tendo prometido!

Jamais permita que o seu nome seja pronunciado

em vão por um homem cujo nome você sequer sabe!

Jamais permita que o seu tempo seja desperdiçado com alguém que nunca terá tempo para você!

Jamais permita ouvir gritos em seus ouvidos.

O amor é o único que pode falar mais alto.

Jamais permita que outros sonhos

se misturem aos seus, fazendo-os virar um grande pesadelo!

Jamais acredite que alguém possa voltar

quando nunca esteve presente!

Jamais permita viver na dependência

de um homem como se

você tivesse nascida inválida!

Jamais se ponha linda e maravilhosa

a fim de esperar por um homem

que não tenha olhos para admira-la!

Jamais permita que seus pés caminhem

em direção a um homem que só vive fugindo de você!

Jamais permita que a dor, a tristeza,

a solidão, o ódio, o ressentimento,

o ciúme, o remorso e tudo aquilo

que possa tirar brilho dos seus olhos,

a dominem, fazendo arrefecer

a força que existe dentro de você!

E, sobre tudo, jamais permita

que você mesma perca a

dignidade de ser mulher!!!

 

Um pouco mais da beleza e da harmonia da Companhia de Sapateado Irlandês

 

 

 

 

Um comentário:

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)