28 de nov de 2016

Seminário sobre Vigilâncias às Violências e Qualificação do Cuidado: 10 anos de Lei Maria da Penha e 10 anos do VIVA Brasil - Goiânia, 5 de dezembro de 2016



 Seminário sobre Vigilâncias às Violências e
Qualificação do Cuidado

10 anos de Lei Maria da Penha e 10 anos do VIVA Brasil




Objetivo: 

Discussão sobre impacto da violência na saúde, apresentação dos dados das Notificações de Violências Interpessoais e Autoprovocadas e dos instrumentos de monitoramento da atenção às pessoas em situação de violência do município de Goiânia e comemoração dos 10 anos de Lei Maria da Penha e 10 anos do VIVA Brasil



Data: 5 de dezembro de 2016

Horário: 08h00 às 18h00

Local: Auditório do Ministério Público do Estado de Goiás

Endereço: Rua 23, esq. com a Av. Fued José Sebba, Qd. A 06, Lts. 15/24, Jardim Goiás.

Público-alvo: Profissionais e estudantes das áreas da saúde, educação, assistência social, operadores do direito e Conselhos de Direitos do estado de Goiás


PROGRAMAÇÃO


7h30min Credenciamento


8h00min - Pronunciamento de Abertura Oficial: Promotora Karina D’abruzzo – Coordenadora do CAO da Infância e Juventude do Ministério Público do Estado de Goiás

Comemoração de 10 anos do VIVA Brasil - Fátima Rodrigues


8h30min – 10 anos da Lei Maria da Penha, avanços e desafios

Delegada Ana Elisa Gomes Martins - delegada titular da delegacia especializada de atendimento à mulher 


9h00min - Mesa Redonda: Sistemas de Informação e Vigilância de Violência: possibilidades e desafios 


Panorama Nacional: Cruzamento dos dados dos sistemas de mortalidade, nascidos vivos e de notificação de violências do Ministério da Saúde


Ms. Marta Silva – Médica Sanitarista responsável pela implantação da Notificação Compulsória de Violências Interpessoais e Autoprovocadas e da Vigilância de Violências e Acidentes (VIVA) no Ministério da Saúde

Panorama Municipal: Análise sobre Notificações de Violências Interpessoais e Autoprovocadas na cidade de Goiânia



Dra. Ionara Rabelo – Psicóloga do Núcleo de Vigilância às Violências e Promoção da Saúde da Secretaria Municipal da Saúde de Goiânia


10h00min – Mesa Redonda Vigilância em violências e monitoramento em rede: experiências exitosas na cidade de Goiânia



Estratégias de monitoramento da atenção às pessoas em situação de violência no município de Goiânia.



Ms. Railda Martins – Psicóloga do Núcleo de Vigilância as Violências e Promoção da Saúde da Secretaria Municipal da Saúde de Goiânia


Experiências exitosas sobre Notificações de Violências Interpessoais e Autoprovocadas em unidades de urgência/emergência do Município de Goiânia – UPA Dr. João Batista de Sousa Junior (Residencial Itaipu) e CAIS Jardim Guanabara III


Polyana Cristina Vilela Braga – Enfermeira da Imunização – Diretoria de Vigilância Epidemiológica\Superintendência de Vigilância a Saúde


Maria Joana de Jesus Menezes – Assistente Social do CAIS Jardim Guanabara III – Superintendência da Atenção a Saúde



11h00min - Debate


Intervalo para o almoço


14h00min Auto relato de violências interpessoais e autoprovocadas e suas consequências na saúde.



Dra. Daniela Sacramento Zanini - Professora do Programa de Mestrado e Doutorado da Pontifícia Universidade Católica de Goiás e Psicóloga Clínica e da Saúde



14h40min - Leitura dramatizada – Uma experiência de paixão e esclarecimento - Horácio Ferreira


14h50min - Mesa Redonda "Violências, trauma e cérebro: reflexões a partir das Neurociências"


Dra. Maria Aparecida Alves da Silva- Psicóloga do Núcleo de Vigilância as Violências e Promoção da Saúde da Secretaria Municipal da Saúde de Goiânia


Dra. Regina Lúcia Nogueira – neurocientista, psicóloga clínica especializada em intervenção em trauma e psicóloga do Centro Judiciário da Mulher do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT).


Dra. Maria das Graças Brasil – Neuropediatra e Professora da Faculdade de Medicina da UFG 


16h30min – Debate


Realização:

Núcleo de Vigilância as Violências e Promoção da Saúde – Diretoria de Vigilância Epidemiológica\Superintendência de Vigilância em Saúde\Secretaria Municipal da Saúde de Goiânia


Parceiros:


VIVA Goiás – Secretaria de Estado da Saúde de Goiás



Ilustração:

Recorte da obra do artista brasileiro Cândido Portinari. Retratou questões sociais, evidenciando o Homem em suas obras, influenciado fortemente pelas lembranças de sua infância em Brodósqui, interior de São Paulo. A força de sua temática social revela o ser humano e sua realidade em situações de solidariedade e ternura.

Sem título, 1959, óleo sobre tela. Créditos: http://www.portinari.org.br

Faça inscrição AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)