4 de out de 2015

O que nos torna humanos? - Yann Arthus-Bertrand (Volume 3)

“Não gosto de sentir isso: quando você tenta conter as lágrimas e não consegue. Meus momentos mais felizes foram o nascimento de meus filhos. Nada se iguala a isso”.
Eva – Kazakhstan 
“Me senti grande, me senti um super-homem, um cara extraordinário. Eu disse: eu tenho um filho! Foi o momento mais maravilhoso da minha vida”.
Nicolas – Dominican Replubic
“Imagina só. Trazem a você uma bolinha de gente. Você olha ele é tão pequeno com aquele rostinho! E quando você o amamentava pela primeira vez, é sem dúvida o momento mais feliz”.
Valentina Russia


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)