12 de mar de 2015

III Semináio sobre Violência Sexual - Jataí (Goiás-Brasil)



Mesa de abertura do III Seminário sobre Violência Sexual, Jataí, 11 de março de 2015.




Participantes do III Seminário sobre Violência Sexual - Jataí, 11 de março de 2015.






O professor mestre Murilo Borges Silva – Curso História UFG/Regional – Jataí, expôs o tema: Gênero, sexualidade e Violência uma abordagem histórica. III Seminário sobre Violência Sexual - Jataí, 11 de março de 2015










Maria de Fátima Rodrigues – Coordenadora VIVA GOIAS, expôs o Panorama das Violências Sexuais no Brasil, Goiás e Jataí. III Seminário sobre Violência Sexual - Jataí, 11 de março de 2015.




A doutora Cida Alves - DVVPS - Secretaria Municipal da Saúde de Goiânia, expôs o tema: “Compromisso ético na atenção a vítima de violência sexual”. III Seminário sobre Violência Sexual - Jataí, 11 de março de 2015.




Nenhum atendimento será exitoso e humanizado se os profissionais não manifestarem uma real e sincera empatia com as vítimas, diz Cida Alves. De acordo com sua apresentação: "Uma das chaves essenciais para trabalhar o tema da violência é que os profissionais obtenham uma clareza sobre esse fenômeno de forma pessoal antes de trabalharem profissionalmente com ele. “As mudanças de atitudes e de comportamentos em qualquer tema implicam em um engajamento afetivo, tanto mais no tema da violência, à que estão tão acostumados que as vezes nem se quer a percebem como tal ao vivê-las. Se não a percebem em sua própria vida, muito menos poderá percebê-las na vida de outras pessoas. Se os profissionais não são capazes de reconhecer a dor e o sofrimento que provocam qualquer forma de violência em sua própria vida cotidiana como poderão ser competentes em um programa que visa cuidar e proteger vítimas de violências? 'É importante ajuda-lhes a analisar sua implicação emocional no problema. Para conseguir êxito nessa implicação emocional se pode empregar dois recursos básicos: a utilização de exemplos da própria vida dos participantes e a incorporação dos termos teóricos e técnicos a partir da elaboração destes exemplos' (GIOCOECHEA, 2009, p. 117 e 118)". 



Aspectos que devem ser considerados no atendimento de vítimas de violências destacados na apresentação de Cida Alves: 

1) Acolhimento: disponibilidade do profissional, atitude isenta de julgamento; 2) Proteção profissional consistente; 3) Privacidade: espaço físico adequado e evitar exposição desnecessária; 4) Confidencialidade e sigilo devem ser preservados; 5) Histórico: relatar a fala do entrevistado, evitando traduzir tecnicamente o que foi dito; 6) Registrar os dados o mais fielmente possível, transcrever o que foi dito, a forma como foi dito e registrar quem disse; 7) Evitar ser sintético; 8) Evitar fazer pré-julgamentos ou emitir diagnósticos precipitados; 8) Escuta aberta, atenciosa, acolhedora; 9) Ser paciente e compreensivo com as angústias da vítima; 10) Orientar família sobre demais medidas legais. 











A psicóloga e mestre Maria Luiza Oliveira Moura ( Malu Moura) apresentou os sinais e sintomas que podem indicar situações de violência sexual.



Profissionais da Saúde e da Assistência Social, Conselheiros Tutelares e profissionais e gestores da Segurança Pública de Jataí e região participaram do evento.






Palestrantes e equipe organizadora do III Seminário sobre Violência Sexual - Jataí, 11 de março de 2015.



Vejam ainda o vídeo "Canto da Cicatriz" que foi exibido no Seminário


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)