1 de nov de 2014

Sanfona, guitarra… Gil e Dominguinhos!

 

“Sanfona é o toque do mundo de dentro. Onde há sanfona. Há poeira. Onde há forró. Há uma alegria tão espremida entre a dor e a tristeza que chega a ser um milagre”

 

"Acordeón es el toque del mundo desde el interior. Donde hay acordeón. Hay polvo. Donde hay forró. Hay una alegría tan exprimida entre el dolor y la tristeza que es casi un milagro"

(Cordel de abertura do filme Dominguinhos Canta e Conta Gonzaga).

 


Como nos alertou Hannah Arendt, para os opressores – homens e mulheres de espírito autoritário, é insuportável ver a felicidade de quem eles julgam ser inferior. Nesse sentido, ser feliz é sempre um ato de insurreição à opressão e à violência.

Bom domingo, forró, beijos e lindezas do sertão pra todos vocês!

 

Como Hannah Arendt nos advirtió, es intolerable para los opresores - hombres y mujeres de espíritu autoritario, mirar la felicidad de aquellos que consideran inferiores. En este sentido, ser feliz es siempre un acto de rebelión contra la opresión y la violencia.

Bueno domingo, forró, besos y hermosuras del “sertão” brasileño para todos ustedes!

 

 

 

 

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)