12 de nov de 2009

Invertendo a Rota recebe Prêmio da FINEP


Foto: Rai Reis
Malu Moura, coordenadora do Instituto Dom Fernando, da UCG, em Goiânia, recebe em Cuiabá prêmio da FINEP, “estamos muito felizes - especialmente por pautamos via premiação o tema infância e adolescência neste espaço de reconhecimento publico e produção de conhecimento, que de forma inédita fomos vencedores por meio de uma proposta de enfrentamento a violação dos direitos humanos junto a população infanto-juvenil de nosso Brasil”.


O projeto de enfrentamento da exploração sexual infanto-juvenil em Goiás - “Invertendo a Rota”, da Universidade Católica de Goiás - UCG (2004 – 2007), foi o único vencedor na categoria Tecnologia Social do Prêmio FINEP - Região Centro-Oeste, entreque dia 5 de novembro de 2009, em Cuiabá - MT


O "Invertendo a Rota" foi coordenado por Benedito dos Santos, Maria Luiza Moura Oliveira e Mônica Barcellos Café. A equipe era composto pelos pesquisadores Maria Aparecida Martins, Karen Michel Esber, Noemi Assis, Núbia Ângelica de Jesus e Iraides Campos da Luz. Também participaram do projeto os alunos pesquisadores Ângelo da Paixão, Daiane de Oliveira Bronzi, Ellen Cristina Martins Lopes, Waneide Clemente A. Lopes, Patrícia de Melo e Vanirlene Ferreira Lima.

O Prêmio FINEP de Inovação é a maior premiação à inovação tecnológica do país, foi criado para premiar esforços inovadores realizados por empresas, instituições de ciência e tecnologia e organizações sociais brasileiras, desenvolvidos no Brasil e aplicados no País e no exterior.

Segundo Francisco Daltro, Secretário de Ciência e Tecnologia do Mato Grosso, "este Prêmio é uma ação multiplicadora, que estimula a todos que fazem inovação no País".


Comentário de Mônica Café

Invertendo a Rota foi um projeto de pesquisa-ação de enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes em Goiás bastante amplo no sentido de abarcar desde a abordagem dos adolescentes na rua, formação dos profissionais para onde estes adolescentes seriam encaminhados (escola, unidades de saúde, unidades de atendimento social), fortalecimento da Rede de Atenção a Criança, Adolescente e Mulheres em situação de Violência de Goiânia, formação da mídia a fim de que esta pudesse veicular notícias informativas sem o caráter de banalização da violência, responsabilização e atendimento ao autor da violência sexual.

Para mim, o melhor do Projeto foi as pessoas se identificarem com o nome "Invertendo a Rota" como protetores de crianças e adolescentes com os direitos violados, principalmente no que se refere à violência sexual. O curso de formação e os seminários temáticos aprofundando o tema junto com a organização de campanhas construíram esta identidade. Quando as pessoas me encontravam em algum espaço, me diziam: "sou também do Invertendo a Rota". Muitas vezes esta pessoa tinha apenas participado de algumas formações. Mas estava me dizendo que eu poderia contar com ela para o enfrentamento desta situação.



Mônica Café
Psicóloga, mestre em educação brasiliera - UFG
Goiânia-GO




5 comentários:

  1. Oi Pessoal, boa tarde!

    Parabéns a toda a equipe de Goiânia que trabalhou nesse projeto (INVERTENDO A ROTA) da Aldeia Juvenil/Universidade Católica de Goiás – UCG. Esse projeto premiado trata do tema da exploração sexual de crianças e adolescentes.

    Estou orgulhosa com os trabalhos das goianas e goianos no enfretamento das violências e na promoção de uma cultura de paz.

    Abraços,
    Marta Silva
    Área Técnica de Vigilância e Prevenção de Violências e Acidentes.
    Coordenação Geral de Doenças e Agravos Não Transmissíveis
    Departamento de Análise de Situação em Saúde
    Secretaria de Vigilância em Saúde
    Ministério da Saúde

    ResponderExcluir
  2. Também fiquei feliz pelo reconhecimento da FINEP para com o Invertendo a Rota.
    Essa luta valeu.
    Muita gente ganhou.

    Abraços.

    Ágda Canedos
    Professora da Secretaria Municipal da Saúde de Goiânia

    ResponderExcluir
  3. Oi Galera Maravilhosa de Goiás.
    Parabéns pelo excelente trabalho.
    Um grande abraço.

    Cláudia Araújo
    Área Técnica da Saúde da Mulher
    Ministério da Saúde

    ResponderExcluir
  4. Querid@s parabéns para tod@s do Invertendo a rota e em especial a esse povo goiano tão exemplar pra todos nós. Parabéns cida, malu e todas
    que sigo como exemplo.

    beijos

    Verônica Alencar
    Médica Ginecologista
    Coordenadora da Rede Iluminar:
    Cuidado das Vítimas Violência Sexual
    Campinas - São Paulo

    ResponderExcluir
  5. Parabéns gente!!!!!

    Sem dúvida o reconhecimento pelo trabalho de vocês fortalece nossa caminhada e a certeza que podemos fazer nossa parte.

    Abraços!!!!


    Liliane Brum Ribeiro
    Assessora Técnica
    ATSM/DAPES/SAS/MS

    Tel: 61-3315-2593
    Fax: 3315-3403

    ResponderExcluir

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)