19 de ago de 2013

Em uma unidade da Fundação Casa, a antiga Febem, na capital paulista, dois funcionários espancam seis adolescentes com muita violência.

“Vou falar para os senhores: a mãe dos senhores vai visitar os senhores lá no IML. Lá no IML. Vai visitar no IML, porque eu não vou 'dar boi'. Muitos aí não têm nem a idade que eu tenho de fundação. Senhores, não vai sobrar nada dos senhores”, ameaça o funcionário da Fundação Casa (SP).


Espancamento Fundação Casa

Pancada, humilhação, ameaça... será que com esse tosco “projeto pedagógico” conseguiremos reeducar ou recuperar um jovem infrator?

 

O Fantástico mostrou imagens inéditas e chocantes. Em uma unidade da Fundação Casa, a antiga Febem, na capital paulista, dois funcionários espancam seis adolescentes, com muita violência.

Socos e tapas. Depois, uma sequência de chutes e também cotoveladas. Essa sessão de espancamento é recente. Aconteceu em maio, no Complexo Vila Maria da Fundação Casa, antiga Febem, na zona norte da capital paulista.

Veja reportagem completa AQUI

Um comentário:

  1. Realmente é dramática a situação dos adolescentes privados da liberdade, assim não tem como reeducá-los e reinseri-los na sociedade, Ou se muda tudo, incluindo a capacitação de verdadeiros educadores sociais com suporte de psicólogos, assistentes sociais, pedagogos nas casas tipo CASA, FASE etc, ou a situação só vai piorar.

    ResponderExcluir

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)