22 de mai de 2015

Encontro formativo com professores marco o dia 18 de maio em Vianópolis (Goiás)





Carlos e Nadiane, respectivos secretário de Educação e de Assistência Social, realizaram a abertura do evento formativo - Vianópolis, 21 de maio de 2015.










Pronunciamento de Vereadores



Débora Gonçalves, coordenadora do CRAS, dá as boas-vindas aos professores e professoras




“Compromisso ético na atenção a crianças e adolescentes vítimas de violência sexual” - Palestrante: Cida Alves



Professores e professoras do município de Vianópolis - Goiás




Cida Alves destacou as dificuldades psicológicas que podem afetar as vítimas de violência e\ou exploração sexual: 

1. Dificuldades de adaptação afetiva:

2. Dificuldades na Adaptação Interpessoal

Medo da Intimidade

As vítimas fogem de relacionamentos duradouros. Esta recusa parece estar ligado ao que certos autores denominam “MEDO DA INTIMIDADE”. As vítimas apresentam o medo de estabelecer uma ligação afetiva caracterizada por abertura, confiança, atenção recíproca, responsabilidade e respeito. 
A intimidade pode aumentar a possibilidade de reavivar experiências traumáticas vividas com um agressor, como pode também representar um sentimento profundo de desconfiança para com o ser humano em geral, experimentado por aquelas que foram abusadas por um pai e nem defendidas pela mãe.

3. Dificuldades de Adaptação Sexual




Alertou-se ainda que os danos psicológicos podem estar relacionados a sete fatores (FURNISS, 1993)
  1. A idade do início do abuso;
  2. A duração do abuso;
  3. grau de violência ou ameaças de violência;
  4. A diferença de idade entre a pessoa que comete o abuso e a criança que sofreu o abuso;
  5. Quão estreitamente a pessoa que cometeu o abuso e a criança eram relacionadas;
  6. A ausência de figuras parentais protetoras;
  7. Grau de segredo

  • Características personológicas;
  • Mitos familiares e crenças religiosas e culturais;
  • Extensão da divulgação do abuso;
  • Dissonância ou convergência com a identidade em construção da vítima.


Ob..: os quatro itens em negrito é acréscimo da psicóloga Cida Alves




Geam Carlos de O. Carvalho expôs os aspectos jurídicos que envolvem as situações de violências sexuais contra crianças e adolescentes







Sandra Skaf, psicóloga idealizadora do encontro formativo com o professores e professoras de Vianópolis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Adoraria ver publicado seu comentário, sua opinião, sua crítica. No entanto, para que o comentário seja postado é necessário a correta identificação do autor, com nome completo e endereço eletrônico confiável. O debate sempre será livre quando houver responsabilização pela autoria do texto (Cida Alves)